Comece a escrever para ver os produtos que está à procura.
  • Menu Menu
  • Produtos Produtos

Carrinho de compras

Fechar
Menu
close
Comece a escrever para ver os produtos que está à procura.

Vantagens AirNettress Vantagens AirNettress

Vantagens AirNettress Vantagens AirNettress

O AirNettress é feito de um material exclusivo em tela permeável, circundada por uma moldura de madeira ou alumínio. Esta tela permite todo o conforto, resistência e durabilidade, aliados ao livre fluxo de circulação de ar e temperatura, que passa através dele. Essas características especiais permitem que o colchão reduza significamente os fatores de risco associados ao Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL) e ajude a lidar melhor com outros sérios problemas clínicos que surgem durante a primeira infância e a infância.


Livre circulação de ar

O risco acrescido de Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL) em bebés de risco (colocados a dormir de bruços, tapar com cobertores pesados enquanto dormem ou deitados em superfícies muito moles) pode ser explicado pela reinalação do CO2 expirado, que é confinado a uma pequena área não ventilada perto das vias aéreas de uma criança que dorme.  A tela permeável permite a livre circulação de ar.

Relevância clínica:

Essa qualidade, encontrada apenas no AirNettress, é importante para os bebés durante os primeiros meses de vida e principalmente nas situações em que a respiração é possível apenas através do colchão, como acontece quando está a dormir na posição de bruços ou quando o rosto está coberto por um cobertor ou travesseiro. A rápida eliminação de CO2 e a prevenção da sua acumulação num modelo de uma criança que respira, combinado com mínima resistência à passagem de ar, podem impedir a ocorrência de um factor de risco relevante para a SMSI.

 

Equilibrio de temperatura

O hiperaquecimento foi identificado como sendo um significativo fator de risco para a SMSL em diversos estudos. A baixa condutividade térmica da tela permite o equilíbrio ideal da temperatura e evita o sobreaquecimento e a transpiração.

Relevância clínica:

Sobreaquecimento e hipertermia são considerados fatores de risco na etiologia da SMSL. Os bebés perdem muito do calor através da cabeça e do rosto, principalmente quando o resto do corpo está coberto. O uso deste novo colchão permite um rápido equilíbrio da temperatura e evita o sobreaquecimento, reduzindo assim a ocorrência de outro fator de risco significativo para a SMSL.

 

Redução da exposição a ácaros

Os ácaros do pó doméstico (APD) são artrópodes cujo desenvolvimento ideal requer humidade alta, temperatura moderada (21-27 ° C) e uma fonte alimentar adequada, particularmente partículas resultantes da descamação da pele humana. O número mais elevado de ácaros é geralmente encontrado em amostras de pó retiradas das superfícies descobertas de colchões, roupas de cama, mobiliários estofados, tapetes e carpetes. A correlação entre exposição ao ácaro, desenvolvimento de doenças alérgicas como asma e rinite alérgica e agravamento da doença, tem sido documentada em muitos estudos.

Relevância clínica:

Dormir neste novo colchão diminui significativamente a exposição aos ácaros e pode diminuir o desenvolvimento de doenças alérgicas como asma, a rinite alérgica e a dermatite atópica, além de reduzir o agravamento das doenças existentes.

 

Promove o bom desenvolvimento muscular infantil

O desenvolvimento motor depende de vários fatores que podem residir no bebé ou no ambiente. A partir de 1992, e desde que se observou que o Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSI) pode estar associada a bebés que dormem em decúbito ventral, vulgo posição de bruços, os pais começaram a ser incentivados a colocar os seus bebés de costas, enquanto dormem. Alguns investigadores expressaram preocupação de que a posição de dormir em decúbito dorsal possa atrasar o desenvolvimento motor dos bebés. A superfície porosa e tensa deste novo colchão permite que os bebés sejam colocados de barriga para baixo por períodos mais prolongados. Além disso, a flacidez localizada dos colchões convencionais, que cria "memória do colchão" e que também pode prejudicar o desenvolvimento motor, não ocorre neste novo colchão.

Relevância clínica:

A possibilidade de colocar os bebés no AirNettress em decúbito ventral por períodos mais longos pode promover o saudável desenvolvimento dos bebés de termo, prematuros de baixo risco e prematuros de muito baixo peso. A superfície tensa do leito do AirNettress, sem flacidez ou "memória do colchão”, proporciona uma superfície ortopédica ideal para o desenvolvimento de bebés.

 

Diminui a regurgitação e aumenta a depuração das passagens respiratórias

O colchão pode ser levantado para que a cabeça e o tronco do bebé fiquem elevadas.

Relevância clínica:

Alterar o ângulo do colchão permite elevar a cabeça do bebé, reduzindo a regurgitação e o refluxo e favorecendo a desobstrução das passagens respiratórias, reduzindo o muco nasal.

 

Livre passagem de fluidos através do colchão

Todos os líquidos, água, alimentos bolçados, vómito ou urina, penetram no colchão.

Relevância clínica:

Durante o desfralde, a urina penetra através da rede porosa e a superfície do sono permanece completamente seca. Evita-se o contato prolongado da urina com a pele sensível do bebé, evitando a irritação da pele. Em lactentes com refluxo gastroesofágico ou durante períodos de doenças respiratórias, os alimentos regurgitados e muco penetram na superfície do colchão, impedindo desta maneira a aspiração secundária.

 

Limpeza e esterilidade

A resistência e a natureza porosa da superfície do colchão facilitam a constante passagem de ar e permitem uma limpeza e esterilização completas.

Relevância clínica:

Infecções bacterianas e presença de toxinas bacterianas têm sido reportadas em muitos casos de morte súbita de bebés e a hipótese de existir uma toxina bacteriana comum para o Síndrome de Morte Súbita do Lactante começou a ser ponderada. O uso desta inovadora tela em malha na superficie de dormir pode prevenir estes fatores de risco associados à SMSL e criar um ambiente saudável e higienizado para o bebé.

 

 

 

 

O AirNettress é feito de um material exclusivo em tela permeável, circundada por uma moldura de madeira ou alumínio. Esta tela permite todo o conforto, resistência e durabilidade, aliados ao livre fluxo de circulação de ar e temperatura, que passa através dele. Essas características especiais permitem que o colchão reduza significamente os fatores de risco associados ao Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL) e ajude a lidar melhor com outros sérios problemas clínicos que surgem durante a primeira infância e a infância.


Livre circulação de ar

O risco acrescido de Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL) em bebés de risco (colocados a dormir de bruços, tapar com cobertores pesados enquanto dormem ou deitados em superfícies muito moles) pode ser explicado pela reinalação do CO2 expirado, que é confinado a uma pequena área não ventilada perto das vias aéreas de uma criança que dorme.  A tela permeável permite a livre circulação de ar.

Relevância clínica:

Essa qualidade, encontrada apenas no AirNettress, é importante para os bebés durante os primeiros meses de vida e principalmente nas situações em que a respiração é possível apenas através do colchão, como acontece quando está a dormir na posição de bruços ou quando o rosto está coberto por um cobertor ou travesseiro. A rápida eliminação de CO2 e a prevenção da sua acumulação num modelo de uma criança que respira, combinado com mínima resistência à passagem de ar, podem impedir a ocorrência de um factor de risco relevante para a SMSI.

 

Equilibrio de temperatura

O hiperaquecimento foi identificado como sendo um significativo fator de risco para a SMSL em diversos estudos. A baixa condutividade térmica da tela permite o equilíbrio ideal da temperatura e evita o sobreaquecimento e a transpiração.

Relevância clínica:

Sobreaquecimento e hipertermia são considerados fatores de risco na etiologia da SMSL. Os bebés perdem muito do calor através da cabeça e do rosto, principalmente quando o resto do corpo está coberto. O uso deste novo colchão permite um rápido equilíbrio da temperatura e evita o sobreaquecimento, reduzindo assim a ocorrência de outro fator de risco significativo para a SMSL.

 

Redução da exposição a ácaros

Os ácaros do pó doméstico (APD) são artrópodes cujo desenvolvimento ideal requer humidade alta, temperatura moderada (21-27 ° C) e uma fonte alimentar adequada, particularmente partículas resultantes da descamação da pele humana. O número mais elevado de ácaros é geralmente encontrado em amostras de pó retiradas das superfícies descobertas de colchões, roupas de cama, mobiliários estofados, tapetes e carpetes. A correlação entre exposição ao ácaro, desenvolvimento de doenças alérgicas como asma e rinite alérgica e agravamento da doença, tem sido documentada em muitos estudos.

Relevância clínica:

Dormir neste novo colchão diminui significativamente a exposição aos ácaros e pode diminuir o desenvolvimento de doenças alérgicas como asma, a rinite alérgica e a dermatite atópica, além de reduzir o agravamento das doenças existentes.

 

Promove o bom desenvolvimento muscular infantil

O desenvolvimento motor depende de vários fatores que podem residir no bebé ou no ambiente. A partir de 1992, e desde que se observou que o Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSI) pode estar associada a bebés que dormem em decúbito ventral, vulgo posição de bruços, os pais começaram a ser incentivados a colocar os seus bebés de costas, enquanto dormem. Alguns investigadores expressaram preocupação de que a posição de dormir em decúbito dorsal possa atrasar o desenvolvimento motor dos bebés. A superfície porosa e tensa deste novo colchão permite que os bebés sejam colocados de barriga para baixo por períodos mais prolongados. Além disso, a flacidez localizada dos colchões convencionais, que cria "memória do colchão" e que também pode prejudicar o desenvolvimento motor, não ocorre neste novo colchão.

Relevância clínica:

A possibilidade de colocar os bebés no AirNettress em decúbito ventral por períodos mais longos pode promover o saudável desenvolvimento dos bebés de termo, prematuros de baixo risco e prematuros de muito baixo peso. A superfície tensa do leito do AirNettress, sem flacidez ou "memória do colchão”, proporciona uma superfície ortopédica ideal para o desenvolvimento de bebés.

 

Diminui a regurgitação e aumenta a depuração das passagens respiratórias

O colchão pode ser levantado para que a cabeça e o tronco do bebé fiquem elevadas.

Relevância clínica:

Alterar o ângulo do colchão permite elevar a cabeça do bebé, reduzindo a regurgitação e o refluxo e favorecendo a desobstrução das passagens respiratórias, reduzindo o muco nasal.

 

Livre passagem de fluidos através do colchão

Todos os líquidos, água, alimentos bolçados, vómito ou urina, penetram no colchão.

Relevância clínica:

Durante o desfralde, a urina penetra através da rede porosa e a superfície do sono permanece completamente seca. Evita-se o contato prolongado da urina com a pele sensível do bebé, evitando a irritação da pele. Em lactentes com refluxo gastroesofágico ou durante períodos de doenças respiratórias, os alimentos regurgitados e muco penetram na superfície do colchão, impedindo desta maneira a aspiração secundária.

 

Limpeza e esterilidade

A resistência e a natureza porosa da superfície do colchão facilitam a constante passagem de ar e permitem uma limpeza e esterilização completas.

Relevância clínica:

Infecções bacterianas e presença de toxinas bacterianas têm sido reportadas em muitos casos de morte súbita de bebés e a hipótese de existir uma toxina bacteriana comum para o Síndrome de Morte Súbita do Lactante começou a ser ponderada. O uso desta inovadora tela em malha na superficie de dormir pode prevenir estes fatores de risco associados à SMSL e criar um ambiente saudável e higienizado para o bebé.

 

 

 

 

#title#

#price#
×
Language
Portuguese (portugal)
Open drop down